Analytics

terça-feira, 1 de julho de 2008

Ainda sobre o e-Book


Já que o pessoal gostou do assunto, vou colocar a enquete para sentir qual a percepção do pessoal sobre o futuro do e-book. Curiosamente os leitores do blog preferem comentar pessoalmente ou por telefone as postagens, eu acho ótimo, mas fiquem a vontade também para fazer comentários direto no blog, assim todos poderão saber sua opinião.

3 comentários:

Luís Eduardo - Cáceres - MT disse...

Comentarei posteriormente a questão do e-book que inegavelmente merece atenção de nós livreiros.
Neste momento peço vênia para comentar quanto a leitores que LIGAM para comentar sobre o Blog.
Gente o Gerson tem tanto trabalho para fazer um blog tão bem feito como este, dedica horas de seu precioso tempo buscando conteúdo e atualizando-o e pasmem, tem livreiro que liga de Cáceres no interior de Mato Grosso para comentar ao invés de comentar no próprio blog...Gasta um valor considerável com telefone e ainda não contribui para tornar o blog um importante espaço de discussão de temas importantes para a classe.
Calma no meio isso é normal, afinal é só ver a primeira postagem lá em maio. Aqui é o point dos malucos... dos malucos de ambos os lados do balcão.
Sucessos Gerson parabéns esta ótimo.
Luís Eduardo
Livreiro

Gerson Ramos disse...

Boa Luis, estimula ai o pessoal a tornar públicoseus comentários, mas com certeza eu quero continuar recebendo feedbacks direto, por telefone, nos encontros, em qualquer lugar. Se trocar idéias com livreiros já é bom, imagina as experiências que um livrerio de Cáceres tem para nos dar? Valeu, participe sempre.

I. Boris Vinha disse...

"e-Book", mais uma novidade!
Se bem que não é tão novidade assim, já existe há tempos,...mas ainda não pegou, apesar dos esforços a favor.
Para mim, o gostoso é ler um livro de papel convencional, tranquilo, sob uma árvore frondosa e de preferência em uma boa rede.
O prazer total de ler é folhear o livro, introduzir-se no contexto, ficar amigo dos personagens.
Ler livro tipo 'e-book', (já tentei) é horrível! A vista doi, cansa, é desagradável a luminosidade da tela, ou do computador ou do equipamento especial e desajeitado.
Acho que livro de papel, o normal, existirá sempre.
Não sou contra novidades, muito pelo contrário, gosto delas,... mas algumas só atrapalham
I. Boris Vinha