Analytics

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Dia das mães, vende mais livros?

Às vezes tenho um tema para uma postagem e procuro uma imagem no google para ilustrar. A minha questão hoje era, por que o Dia das Mães não é um grande atrativo da venda de livros? Historicamente o Dia dos Pais funciona melhor nas livrarias do que o dia das mães. Ao colocar no google images a palavra "mother's day" o que veio de imagens de buquê de flores e similares foi uma enormidade, para poder situar a imagem com o texto tive que aceitar a imagem de uma mãe e uma filha numa igreja lendo uma bíblia, ou um livro de cânticos.
Lembro uma vez de uma loja muito conhecida de São Paulo que fez uma vitrine com uma frase de gosto duvidosíssimo:
Mãe também lê!
Meus sais, essa foi de doer. Então é fato, mãe também lê, mas filhos e filhos parecem não se dar conta do fato. Pelo menos não tanto quanto gostaríamos, não é?

2 comentários:

Vania Lacerda disse...

Olá, Geraon.
Bom, esperei passar o Dia das Mães pra depois comentar este post.
Acho que essas coisas dependem muito da livraria, da localização,etc.
O que posso dizer aqui da minha realidade: o Dia das Mães vende bem mais que o Dia dos Pais. O que é que vendeu:
- livrinhos-presente, tipo "Obrigado, mamãe", "Com carinho para minha avó". Pra vender, tem que estar bem visivel, de preferencia na vitrine.
- romances modernos, com um toque de humor, como os de Marian Keyes e Sophie Kinsella.
- Zibia Gasparetto racha de vender. Comprei menos do que devia, na sexta-feira já não tinha os ultimos lançamentos dela. Este ano, por causa do filme, vendemos tambem muito Chico Xavier, as caixas e biografias mais bonitas. Só sobraram mesmo as edições mais simplezinhas.
- Os livros do Pe. Fabio de Melo e do Augusto Cury são presentes procurados para as mães católicas. Algumas Biblias tambem.
- maravilhosos livros de arte (principalmente sobre plantas e flores), e de culinaria. Tem que ser bem bonitos.
- a listinha de mais vendidos da Veja. São presentes de apelo mais geral, menos intimos. Saem para o rapaz que quer dar alguma coisa para a mãe da namorada, ou algo assim...
- este ano, o Dia das Mães foi bem legal para a Objetiva. Vendemos muito Comer, rezar e amar e Um certo verão na Sicilia.
Acho que já falei até demais. É isso...
Abraço.

Gerson Ramos disse...

Vejam só, ai um exemplo de livreira que soube aproveitar bem a data. Somente vc comentou por escrito mas outras pessoas falaram comigo sobre o assunto, dizendo que este ano tiveram bons resultados com livros no dia das mães. Com certeza a localização, um acervo ajudam, mas posso apostar Vania que para sua loja o que fez diferença foi sua composição do mix de produtos e a forma que vc os apresetou aos seus clientes. Parabens, não deixe d enos mandar sugestoes.